P A R E D Ã O, 2017

Projeto que passeia pelas festas de carros de som em Salvador, BA. Essa série trabalha os ruídos e vibrações, as cores – em seus diversos aspectos – e ocupações da rua. 
Mesmo com a popularização do pagode e funk esses ritmos incomodam quando tocam nas favelas e bairros periféricos, o paredão é uma manifestação popular legítima que mobiliza o encontro e entretenimento. 
 
O projeto já foi exibido no Pequeno Encontro de Fotografia através de projeções (2017 – RE – PE), no projeto Olhos da Rua realizado pelo Labfoto (SSA -2018) e fez parte da Residência-Exposição Rasgo realizado pelo Coletivo Mete Mão na Galeria Cañizares (SSA – 2019) onde se tornou uma instalação que acompanhava uma intervenção sonora.

Agradecimento especial a equipe da CajaSom e a Paulilo Paredão. 

Meet Our Executive Chef

MAIS FOTOS

Além da série, seguem fotos realizadas nos paredões da CajaSom e Paulilo Paredão. Caso você se encontre em alguma das imagens e ainda não nos conhecemos, entre em contato 😉